Entrevistas • Gerais

18 de Outubro de 2020

PAPO RETO - Guilherme Maia e Guilherme di Colla

Sentimos uma carência de qualidade e bom gosto nas marcas nacionais”

Os jovens empresários prudentinos Guilherme Maranho Maia, 26 anos, e Guilherme Medeiros di Colla, 27 anos, lançaram a grife Western Side, apostando no crescimento do uso da moda country em todo País.

Como surgiu a Western Side?

Do sonho de colocar algo diferente no mercado nacional, um projeto de moda country para conquistar público de todas as idades. Sentimos uma carência de qualidade e bom gosto nas marcas nacionais. Tudo foi projetado com muito amor e desenvolvido pelos melhores profissionais da área.

Qual o conceito que define essa marca?

Trabalho! Um trabalho que vem sendo cuidadosamente desenvolvido para agradar a todos. Tudo projetado com muito amor e desenvolvido pelos melhores profissionais da área.

Qual público vocês pretendem atingir?

Queremos alcançar todo tipo de público, mas em especial os amantes do estilo “country” no dia a dia, quem trabalha na fazenda, e o público das provas eqüestres.

Onde estarão a venda as roupas da marca?

A Western Side estará disponível para venda nas melhores lojas country do Brasil, procuramos atender todos os estados.

Qual a estratégia para colocar a Western Side no mercado?

Primar pela qualidade e o bom gosto. Nossas camisetas tem uma das melhores malhas disponíveis no mercado, nossas estampas são desenvolvidas por profissionais altamente qualificados e é claro. Tudo que é feito com amor e honestidade tende a ser um sucesso. Acreditamos fielmente que temos qualidade e estoque para atender a todos os lojistas não só de Presidente Prudente, mas como de toda a região e todo o Brasil, que é um país em que acreditamos e que torcemos muito!

 

 

Stetnet
Willy Macedo
O Imparcial