Saúde • Gerais

30 de Outubro de 2020

HRCPP realiza a primeira cirurgia com o auxílio de impressão 3D

DA REDAÇÃO

 

O Hospital Regional do Câncer de Presidente Prudente (HRCPP) realizou a primeira cirurgia com o auxílio da impressão 3D. O procedimento foi realizado por uma equipe multidisciplinar e contou com o auxílio da impressão 3D para a reconstrução da mandíbula do paciente. A equipe atuante no primeiro procedimento foi: Thiago Freire Lima, cirurgião bucomaxilofacial; Diogo Gonçalves Ribeiro, coordenador do Departamento de Cabeça e Pescoço do HRCPP; Caio Cerávolo Lemos, onco-ortopedista; e João Lameu, anestesista.

 

Segundo Thiago Freire Lima, trata-se de um procedimento focado na reabilitação dos pacientes oncológicos.

 

“O procedimento foi realizado em um paciente que estava com um defeito segmentar na mandíbula após ressecção de lesão neoplásica e radioterapia. Então, foi gerado o biomodelo 3D da própria mandíbula do paciente, a partir de uma tomografia, permitindo a realização e personalização da reconstrução inicialmente no ambiente virtual e também no biomodelo fora da boca do paciente”, explicou o cirurgião.

 

Os processos de dobrar as placas de reconstrução são realizados antes de levar paciente para o centro cirúrgico. Já a adaptação do enxerto removido é realizada fora da boca, e após levado para o leito receptor junto com a placa previamente moldada no biomodelo. Isso resulta na diminuição do tempo de anestesia, do tamanho das incisões, dos acessos cirúrgico apenas intrabucal, tempo de internação e recuperação pós-operatória.

 

“Esse processo pré-cirurgico traz mais segurança para a equipe e para o paciente, mais rapidez, e permite recuperação muito mais tranquila, mesmo nesses casos desafiadores. Dessa forma, podemos sedimentar ainda mais como nosso hospital está à frente no que diz respeito a inovação, e em busca constante de novas filosofias e tecnologias de tratamento para nossos pacientes”, finaliza o cirurgião.

Willy Macedo
Stetnet
O Imparcial