A importância da “temperatura” na geração de respostas do ChatGPT e sua influência na diversidade e previsibilidade das saídas

622

Durante o processo de geração de respostas, o ChatGPT utiliza uma técnica chamada amostragem para decidir qual será a próxima palavra a ser gerada. A amostragem é um processo estocástico, o que significa que há uma certa aleatoriedade envolvida na escolha da palavra seguinte. Essa aleatoriedade é controlada pelo parâmetro de temperatura. 

A temperatura é um fator crucial na geração de respostas, pois determina o nível de diversidade das saídas geradas pelo modelo. Quando a temperatura é alta, o modelo é mais propenso a fazer escolhas aleatórias, o que resulta em respostas mais variadas e criativas. Por exemplo, em um diálogo sobre animais de estimação, uma resposta com temperatura alta pode variar entre “cachorro”, “gato”, “pássaro”, “peixe”, entre outros, de forma mais imprevisível. 

Por outro lado, quando a temperatura é baixa, o modelo é mais determinístico e tenderá a selecionar palavras que são mais prováveis de acordo com sua distribuição de probabilidade. Isso resulta em respostas mais previsíveis e menos diversificadas. Por exemplo, em um contexto semelhante, uma resposta com temperatura baixa pode ser sempre “cachorro” ou “gato”, pois essas palavras têm maior probabilidade de ocorrência. 

A escolha da temperatura depende do objetivo desejado. Se o objetivo for gerar respostas criativas e surpreendentes, uma temperatura alta pode ser mais adequada. No entanto, se for necessário manter a consistência e a coerência nas respostas, uma temperatura baixa pode ser mais apropriada. 

É importante mencionar que a temperatura não é o único fator que influencia a geração de respostas. Outras técnicas, como a penalização de repetição, também são aplicadas para evitar respostas excessivamente repetitivas ou incoerentes. 

Em resumo, a temperatura é um parâmetro essencial no processo de geração de respostas do ChatGPT. Ela controla a aleatoriedade das escolhas de palavras, influenciando o nível de diversidade e previsibilidade das respostas geradas. A escolha da temperatura depende do equilíbrio desejado entre criatividade e coerência nas respostas. 

Henrique Chagas @verdestrigos é escritor, palestrante e advogado. www.henrique.digital