Estação Quintino traz uma releitura do passado e do presente prudentino

410

Vila Marcondes, Vila Furquim e suas adjacências retratam o nascimento de Presidente Prudente. São obras que contam a história da cidade, como o Centro Cultural Matarazzo, o IBC (Instituto Brasileiro do Café), a Igreja Nossa Senhora Aparecida, além de residências que permanecem com a arquitetura da época. Tudo isso em torno da linha férrea da Alta Sorocabana.


Um novo ponto turístico promete trazer ainda mais vida e luz à região: é a Estação Quintino, localizada na rua homônima. Com uma junção do passado e do presente, traz uma releitura memorável das antigas estações de trem aos espaços disponíveis com todo conforto para novos empreendimentos.


Quem traz o empreendimento é empresário José Renato Dias de Freitas. Ele contou que a área estava em desuso desde meados de 2005, quando as atividades do posto de gasolina foram encerradas. Nesse entretempo, a família Freitas tinha o desejo de retornar a agência de ‘Correios Quintino Bocaiúva’, então localizada em frente ao Centro Cultura Matarazzo, de volta ao terreno do posto, já que nos anos de 1990 era onde ficava instalado; na época, em conjunto com uma conveniência.

O empreendedor José Renato Freitas traz para Prudente um espaço que respeita e homenageia o bairro histórico de Prudente

Foi então que em 2009, os planos de negócio deram certo e, após alguns percalços, Renato e sua família conseguiram estabelecer viabilidade financeira. Com projeto iniciado em 2014, foram oito anos até a sua definitiva conclusão.


Em breve será reinaugurada a agência dos Correios, além disso, no local também há outros ambientes prontos para locação comercial. Ao todo, são cinco salas no piso superior, até cinco no térreo, e uma área preparada para restaurante rooftop.


Outro detalhe que chama a atenção é um gigante relógio de época com quatro faces que fica no topo da torre. A arquitetura retrô homenageia a memória do município nas linhas de sua fachada. “Nada mais justo do que homenagear esse período importante de Prudente, criando esse clima ferroviário daquele período”, frisou Freitas.

Renato com o secretário municipal de Cultura, Yuri Reis

O secretário municipal de Cultura, Yuri Reis, parabenizou a iniciativa do empreendimento e disse que a zona leste tem um potencial gigantesco. “Estou muito esperançoso que aqui vai se transformar grandemente em um dos points mais tops de Presidente Prudente”, comemorou.

Curiosidades

A torre tem 35 metros de altura, com mirante 360º que permite visualizar Presidente Prudente de um lado e cidades vizinhas de outro, como Indiana, Regente Feijó, Caiabú e Martinópolis. Com toda essa dimensão, pode se dizer que a torre agora é o ponto mais alto de Prudente. Ao todo, o terreno tem 946 m² (metros quadrados) onde foi construído o prédio que pode receber empreendimentos como lojas, restaurante, choperia, lotérica, além da agência de correio.