Jerusa dos Santos, atleta prudentina, é campeã dos 100m rasos no Mundial Paralímpico

489

A atleta prudentina Jerusa Geber dos Santos conquistou a medalha de ouro nos 100m rasos, categoria T11, do Campeonato Mundial de Atletismo Paralímpico em Paris, na França, na prova realizada nesta quinta-feira (13/07). A atleta de 41 anos, acompanhada de seu atleta-guia, Gabriel Garcia, completaram a distância em 11s86, enquanto outra brasileira, Thalita Simplício, ficou com o bronze, com o tempo de 12s30.

Essa foi a oitava medalha de Jerusa em Mundiais. Antes, havia conquistado o ouro nos 100m em Dubai 2019; prata nos 100m em Doha 2015; prata nos 100m e nos 200m em Lyon 2013; ouro no revezamento 4x100m, prata nos 100m e nos 200m na Nova Zelândia 2011. Ela é, ao lado do capixaba Daniel Mendes, a atleta com mais medalhas em Mundiais da delegação brasileira em Paris.

O prefeito Ed Thomas, que já recebeu Jerusa por diversas vezes e é um grande incentivador do esporte, parabenizou a atleta pela conquista. “Jerusa hoje é orgulho para todo o país, carrega não só o nome de Prudente, mas de todo o Brasil. É um exemplo de superação, disciplina e força para nossa gente”. 

Em 18 anos de carreira, Jerusa carrega no seu curriculum importantes conquistas. Confira alguns resultados:

2005: (Jogos Para Pan Americanos de Cegos da IBSA, em São Paulo – prata nos 100m e nos 200m e bronze no salto em distância);

2007: Mundial de Cegos da IBSA em São Paulo – prata nos 100 e no salto em distância;

2008: Jogos Paralímpicos Pequim/China – bronze nos 200 mts;

2011: Jogos Pan-Americanos Guadalajara – México – prata nos100 e 200 mts;

2011: Mundial Nova Zelândia – prata nos 100 e 200 mts;

2012: Jogos Paralímpicos – de Londres/Inglaterra – prata nos 100 e 200 mts;

2013: Mundial do IPC Lyon – França – prata nos 100 e 200 mts;

2015: Jogos Panamericanos Toronto Canadá – bronze nos 100 e nos 400mts;

2015: Mundial do IPCL Doha Qatar – prata nos 100 mts;

2016: Paralimpiadas Rio de Janeiro – 4º lugar nos 100m e 7º lugar nos 200mts;

2017: 2ª colocada no ranking mundial dos 200 mts e quarta colocada nos 100mts;

2018: segunda colocada no ranking mundial nos 100 e terceira nos 200;  

2019: ParapanAmericano em Lima no Peru – medalha de ouro nos 100 mts e recordista mundial na prova;

2019: Mundial de Atletismo – Paralímpico – Dubai Emirados Árabes Unidos – medalha de ouro nos 100 mts.

Foto: Ale Cabral/CPB