Prudente realiza sessão de cinema exclusiva para autistas

235

“MoviecomTodos: Sessão Azul” faz parte do projeto Integra Ação do Prudenshopping que incluí diversos parceiros nas ações de inclusão, entre eles a Unoeste

Seguindo a premissa de que lugar do autista é em todo lugar, o Prudenshopping e a Moviecom Cinemas proporcionaram neste domingo (5) uma manhã especial para autistas de Presidente Prudente e região. Por meio do Integra Ação Pruden, eles participaram do projeto “MoviecomTodos: Sessão Azul”, que ofereceu uma sessão de cinema exclusiva para autistas, familiares e amigos de pessoas com TEA, Transtorno do Espectro Autista. A sessão exibiu gratuitamente o filme “As múmias e o Anel Perdido” e contou com a participação de alguns profissionais da Unoeste, instituição que apoia todo e qualquer tipo de inclusão.

Entre eles, estavam o coordenador de Marketing da universidade, Bruno Dias, a coordenadora da Rede de Bibliotecas e do Núcleo de Acessibilidade e Inclusão (NAI) da universidade, Regina Liberati Silingovschi, e o coordenador do curso de Educação Física EAD, Carlos Augusto de Carvalho Filho, que também é o representante máximo da Coordenadoria dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Presidente Prudente e Região.

A sessão realizada ontem foi diferenciada por respeitar particularidades dos autistas. Por isso não houve a utilização de som alto, as luzes do fundo permaneceram acesas, não houve a exibição de trailers e a porta de entrada se manteve aberta o tempo todo. A ideia foi proporcionar ainda mais integração, respeito e dignidade às pessoas com autismo.

A coordenadora de Marketing do Prudenshopping, Bel Claro, ficou satisfeita com os resultados dessa iniciativa que envolveu vários parceiros. Adiantou que as ações visando promover a inclusão dessas pessoas no shopping vão continuar. “Essa parceria foi realmente um sucesso. Além disso, vamos ter vagas especiais para os autistas aqui no Prudenshopping e também um treinamento da nossa equipe, que será realizado por uma equipe da Secretaria Municipal de Assistência Social. Em parceria com a Unoeste, Rádio 101 FM e a própria Secretaria de Assistência teremos um podcast para tratar da conscientização do tema. Então, de um modo geral, vamos trabalhar a inclusão e integração de pessoas com autismo, pois entendemos que todos merecem estar inseridos na sociedade de uma forma igualitária. É uma honra poder participar desse projeto e contar com a parceria da Unoeste”, ressaltou.

Parceria de inclusão

 O diretor de Marketing da Unoeste, Bruno Dias, falou que é um orgulho para a universidade ser parceira do Prudenshopping nesse tipo de ação, e que é grande a expectativa quanto à futuras ações dentro desta proposta de inclusão e integração que o shopping está realizando. “A universidade tem como propósito ‘transformar vidas’, então, a iniciativa de abraçar o ‘autismo’ e tornar a vida de crianças, jovens ou adultos e de seus familiares melhor também é nosso objetivo. Temos professores e alunos qualificados que podem muito colaborar nessa causa do autismo em busca da conscientização e também de uma melhor qualidade de vida. Somos referência em prestação de serviços à comunidade, com mais de 1 milhão de atendimentos já realizados em diferentes iniciativas ao longo dos anos de atuação da Unoeste”, lembrou

Sessão realizada numa das salas de cinema do Prudenshopping respeitou as particularidades dos autistas priorizando algumas adaptações (Foto: Cedida)

Diversidade e reconhecimento

A Coordenadoria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, que hoje estima haver mais de 450 crianças autistas matriculadas somente em escolas municipais de Prudente, também elogiou a iniciativa. “A importância desses eventos é reconhecer a diversidade de nossa sociedade e principalmente dar as famílias que têm algum ente com algum tipo de deficiência a possibilidade de estar com seus filhos em qualquer lugar”. O professor Carlos Augusto também enfatizou que quando essa inclusão acontece, todos os envolvidos acabam contribuindo para um mundo mais consciente e integrado. “Com certeza isso é algo que temos procurado em nossas ações como professores, profissionais da saúde e seres humanos: integração. Queremos que isso vire uma prática cotidiana”, emendou.

Ele resumiu o domingo de ontem sob a percepção de três Carlos: o professor, o coordenador da Coordenadoria dos Direitos da Pessoa com Deficiência e o Carlos pai. “Como coordenador do curso de Educação Física EAD, vejo a importância de nossos alunos, futuros profissionais, estarem engajados nesta temática. Como coordenador da Coordenadoria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, fica aquele sentimento de que o trabalho desenvolvido como um todo pela equipe, capitaneado pela Secretaria de Assistência Social e Prefeitura tem dado voz às famílias, e de que a sociedade possa estar incluindo a todos. Isso não deve partir só do poder público, e sim deve vir da sociedade, como foi caso do Prudenshopping, Unoeste, Ri Happy, Moviecom e outros parceiros. E na minha visão de pai e ser humano vi a alegria daqueles pais e mães que pela primeira vez conseguiram ir a uma sessão de cinema com seus filhos. Isso nos emociona muito”, concluiu.