Renato Bento, sócio-proprietário do Outback: “chegamos para ficar”

754

Presidente Prudente recebe a 152.ª unidade do Outback Steakhouse brasileiro,  o restaurante de temática australiana conhecido pela Bloomin Onion e as famosas Ribs. Abrindo as portas nesta segunda feira, dia 17 de julho, no Prudenshopping,  a novidade chega para aproximar ainda mais a marca dos fãs do Oeste Paulista.

Conversei com Renato Bueno, sócio proprietário do Outback Steackhouse  de Outback de Presidente Prudente. Ele é um exemplo de trajetória de sucesso dentro da empresa, conhecida pelo seu plano de carreira  bem estruturado. Cerca de 85% dos atuais sócios-proprietários vieram da operação, ou seja, da cozinha ou do salão, e cresceram na casa. A política de remuneração e progressão de carreira no Outback privilegia os funcionários a se tornarem sócios das novas unidades.

HÁ MUITOS ANOS SE FALA DA VINDA DO OUTBACK PARA PRESIDENTE PRUDENTE,COMO FINALMENTE ACONTECEU E QUAIS AS SUAS EXPECTATIVAS?

Presidente Prudente foi escolhida porque o publico desejava um Outback nessa região. Nossa expectativa é muito positiva. Mudei para cidade há 30 dias e já senti uma receptividade muito boa entre os prudentinos e isso contagia a todos nósl Estamos muito felizes em chegar nessa cidade. Se estamos aqui é porque sonhamos estar aqui.  Chegamos para ficar e  fazer a diferença.  É uma grande alegria trazer essa novidade para Presidente Prudente.

COMO SERÁ A OPERAÇÃO EM PRESIDENTE PRUDENTE?

Vamos seguir o padrão da companhia, atendimento das 11h30 as 23 horas, domingos e feriados das 11h30 as 22 horas, com happy hour de segunda  sexta feira, com 191 lugares. Temos 74 colaboradores, vindos de Presidente Prudente e toda região. Trabalhos com uma política de diversidade muito bacana, de inicio temos por exemplo, temos 3 pessoas com deficiência e vamos contratar mais.

QUAL O REQUISITO PARA SE TORNAR UM OUTBACKER?

Para se tornar um outbacker não é necessário ter experiência, pois todos os colaboradores passam por treinamentos. A única exigência é a dedicação, além de um perfil dinâmico e vontade de crescer. E essa vontade é o que faz com que grande parte das pessoas dentro da companhia cresça.

COMO É O MODELO DE NEGÓCIOS DO OUTBACK?

O Outback possui um modelo próprio de negócio, que trabalha apenas com sócios, para isso há um processo interno para a abertura de uma nova unidade, que envolve um sócio com experiência em varejo e setores ligados à hospitalidade. Hoje mais de 90% dos sócios-proprietários dos restaurantes aqui do Brasil já eram outbackers, ou seja, pessoas que assim como eu trilharam um caminho dentro do restaurante até chegar ao lugar de sócio, pessoalmente isso é uma grande conquista para mim.

COMO VOCÊ SE TORNOU UM OUTBACKER?

Em 2013, eu de uma pequena cidade de 12 mil habitantes, Cristais, no sul de Minas Gerais, em busca de novas oportunidades.  Ouvi falar da rede Outback, do seu plano de carreira e fui para Jundiai, a 480 quilômetros.  Comecei como auxiliar de limpeza de salão, fui crescendo dentro da companhia, focando em conhecimento, fui bartender, garçom, atendente, fui treinador e evolui dentro da empresa, com o sonho de todo Outbacker, que é ter o nome na porta como sócio-proprietário. Acreditei e hoje realizo esse meu sonho!  Meu nome está na porta, chegamos para ficar!

QUAIS AS PRINCIPAIS ESTRATÉGIAS DO OUTBACK?

O Outback tem a questão do encantamento, desde o momento que você chega na porta. Nossos colaboradores são treinados para te impressionar, oferecer a melhor experiência para cada pessoa. Além dos pratos diferentes, sofisticados, tem esse atendimento diferente. Temos um grande investimento no treinamento continuo da equipe, treinadores certificados, e isso faz a diferença.

QUANDO SURGIU O OUTBACK?

A primeira unidade surgiu na cidade de Tampa na Flórida (EUA) em 1988, o Outback foi criado por quatro empreendedores Chris T. Sullivan, Robert D. Basham, Tim Gannon e Trudy Cooper que decidiram criar um restaurante que fugisse dos padrões da época. Naqueles tempos, o filme Crocodilo Dundee era um grande nome dos cinemas americanos e as paisagens maravilhosas da Austrália deram inspiração para que o restaurante tivesse essa temática australiana. Assim nasceu o Outback, um lugar especializado em carnes inspirado no país do canguru. Até hoje usamos essas referências, o próprio layout das unidades guia nossos clientes por diversas regiões do país, além de trazer símbolos tradicionais, como os nomes usados nos pratos do menu, inspirados na cultura australiana. Cada detalhe é pensado para proporcionar uma verdadeira viagem pelo Outback australiano.

O QUE É OUTBACK NO BRASIL HOJE E QUAIS OS PLANOS DE EXPANSÃO?

A rede Outback Steakhouse possui  152 restaurantes no Brasil, está presente em 44 cidades, 15 Estados brasileiros e Distrito Federal. No mundo está em 22 países entre Américas, Ásia e Oceania. Até setembro inauguraremos mais 7 cidades. O primeiro restaurante no país foi inaugurado na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, em 1997. Com seus cortes de carne especiais e aperitivos icônicos como a Bloomin’ Onion, o Outback caiu no gosto do brasileiro pela qualidade e sabor marcante da sua culinária, somados à descontração no atendimento e às instalações aconchegantes.